11 minutos de leitura

A essa altura, você já sabe que a gamificação é uma poderosa aliada das empresas que veem os games como ótimas ferramentas para ensinar, capacitar, educar e engajar os funcionários, certo?

Não faz sentido dedicar diversas horas do dia a capacitações monótonas e cansativas, em que pouco ou quase nada se aproveita. Pense nas apostilas intermináveis, nos exercícios sem aplicação prática e nas reuniões em que tudo que os integrantes desejam é abandonar a sala o quanto antes.

São esses problemas de falta de engajamento que a gamificação soluciona ao utilizar as lógicas próprias dos games. No lugar das apostilas, conteúdo na palma da mão. Em vez das aulas e seminários, duelos de conhecimento. No lugar do tédio, diversão.

Mas por que a gamificação faz tanto sentido? Que problemas ela pode resolver no dia a dia da sua empresa? É isso que você descobrirá a seguir.  

Por que a gamificação?

O sucesso da gamificação parte de um consenso: jogar é muito mais divertido do que estudar.

Isso ocorre porque, ao contrário do estudo, os games são sustentados por um tripé de características 

  • imersão no game
  • feedback imediato
  • colaboração

Quando você aprende se divertindo, é como se não estivesse estudando, de fato. Mesmo assim, os resultados impressionam no que diz respeito ao engajamento e à absorção de conhecimento. 

Não faltam estudos que comprovam esse sucesso. De acordo com a Gartner, empresa que lidera o mercado americano no segmento de pesquisa e consultoria em TI, as empresas que adotam a gamificação percebem uma melhora de aproximadamente 20% no engajamento dos funcionários com os processos de aprendizagem.

Também segundo a Gartner, cerca de 40% das empresas da Fortune 1000 (que reúne as maiores empresas americanas) já implementaram a gamificação a determinados processos. 

Agora que ficou claro o poder que emana da gamificação, vamos citar algumas aplicações práticas para você adotar na sua empresa.

4 problemas que a gamificação resolve na sua empresa

Para adotar a gamificação na sua empresa, você precisa investir em games que tenham recompensas, sistema de pontuação, objetivos práticos, regras claras e uma constante competição, além de cooperação entre os competidores. 

Por meio dessa estratégia, você conseguirá resolver os seguintes problemas, entre outros:

1. Seus colaboradores têm pouco tempo para aprender

Problema comum a praticamente todas as empresas, a falta de tempo para capacitação está entre os dilemas mais recorrentes que a gamificação é capaz de solucionar no dia a dia corporativo. 

Com quadro de funcionários enxuto, quando todos trabalham praticamente no limite, fica difícil sobrar tempo para reunir todo o time em uma sala e dedicar uma tarde ao aprendizado, por exemplo.

Nesse caso, a gamificação pode resolver o problema, principalmente quando ela é combinada com o princípio do micro-learning, que se baseia na ideia de conteúdos e interações de curta duração, mas que ocorrem de forma repetitiva. 

2. Falta engajamento aos conteúdos que a equipe precisa aprender

Se a sua empresa possui funcionários da geração Y, nascida nos anos 90, você já deve ter notado que reter a atenção desses jovens não é uma tarefa simples.

A missão fica ainda mais difícil quando falamos de uma capacitação que pode levar horas, com apresentações de power point, apostilas e livros técnicos.

Nesses casos, a gamificação apresenta a solução perfeita: os jogos promovem a interação, têm feedback imediato e garantem a imersão de quem está jogando no conteúdo — e aprendendo.

3. Você não sabe como disseminar conceitos de forma prática

Imagine um cenário em que a sua empresa está mudando todo o sistema de gestão interna, desde o fluxo de caixa, o controle de estoque e a emissão de notas fiscais.

Quando um sistema está enraizado à cultura da empresa há vários anos, a mudança pode ser traumática e cansativa.

Com a gamificação, você torna o processo mais rápido, lúdico e divertido, eliminando barreiras que possam existir para disseminar esse conhecimento.

4. A equipe apresenta problemas de integração

Um dos grandes dilemas das empresas no século XXI está relacionado à falta de integração, colaboração e união entre os funcionários.

Quando um colaborador não coopera com o outro, a empresa perde tempo com retrabalho e com erros que poderiam ter sido evitados se houvesse uma comunicação mais assertiva no dia a dia.

Por estimular a interação, propor desafios e difundir a integração entre a equipe, a gamificação também ajuda a atenuar esses problemas. 

Conclusão

Deu para entender que a gamificação é uma ferramenta poderosa no dia a dia das empresas, certo?

Ao investir nessa tecnologia, você abraça o que existe de mais inovador quando o assunto é capacitação e treinamento empresarial.

Além disso, manda um recado para os funcionários: mais do que o conteúdo, você está interessado no formato.

Essa mudança de postura pode trazer benefícios duradouros para a sua empresa.

Na Bravi, nós somos entusiastas da gamificação, e contamos com diversos exemplos de aplicações bem-sucedidas dessa metodologia no dia a dia.

Gostou do texto e quer implementar a gamificação na sua empresa? Estamos à disposição para conversar!